quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Expedição El Calafate - Ushuaia - Punta Arenas

No dia anterior tinhamos nos informado a respeito da visitação a pinguinera, e fomos informados que existia um horário padrão para se visitar os pinguins: as 16h. Então tínhamos a manhã livre para resolver o nosso problema de transporte. Fomos a três empresas de ônibus diferentes (não existe uma "rodoviária" como conhecemos no brasil), e ou não tinha passagem, ou eles não transportariam todas as bikes, e para complicar a maioria das passagens era até o Ushuaia, e por se tratar de ônibu "international" eles não poderiam simplesmente parar no meio do caminho!!! Mas ai surgiu uma outra idéia: e se tentássemos contratar uma van? Dito e feito, entramos em uma agência de turismo e conseguimos contratar uma van que nos levaria até "Sán Sebastian", próximo a divisa com a Argentina. Essa seria a melhor opção, pois recuperariámos o dia de atraso sacrificando apenas 1 trecho de pedal. Não ficou exatamente "barato" mas era nossa melhor opção. Acabamos fechando com a mesma empresa a visita à pinguinera e ainda conseguimos um descontinho.

(e depois dizem que eu é que sou o do "contra" :-). Foto: Daniel Czaikowski)

Com a viagem novamente "encaminhada" saímos para almoçar e esperar a hora de pegarmos a van para visitar a pinguinera. A visita a pinguinera também não é muito barata, pois vc paga a van que te leva, paga ao dono da fazenda para atravessar as terras dele, e paga para entrar na pinguinera! No fim, o negócio é legal, mas não é tudo aquilo que esperávamos, porque vc imagina que vai ver alguns milhares de pinguins e no fim tem uns 50 a 100!



 (Foto: Daniel Czaikowski)
(Zé: "Eu odeio pinguins!". Foto: Daniel Czaikowski)

Como chegamos mais ou menos cedo (lembrando que lá escurece as 10 da noite!), ainda tivemos tempo para sair e dar uma volta de bike pela cidade. Eles tem uma espécie de "beira-mar" bem legal, com pistas de BMX, aparelhos de ginástica, etc. A garotada lá anda bastante de BMX, ficamos um bom tempo vendo e fotografando o pessoal na pista.



 (Foto: Rafael Gassner)
 (Foto: Rafael Gassner)


No fim do passeio paramos para ficar de bobeira olhando o mar (nada... mataram mais um vinho), e encontramos uma figura que era mergulhador de profundidade e "ativista" político, com quem ficamos um bom tempo conversando. E o resto do noite foi padrão: janta no mesmo restaurante e hotel.


 (El Overejo: uma foto tradicional da cidade)


Resumo do dia: visita a pinguinera e uns 15 km de pedal urbano :-)

2 comentários:

  1. Kurti o barco patrulha.

    Pinguins são engraçados tanto quanto são fedidos. No parque SEA WORLD fizemos um tour que visita as enfermarias, berçarios e mostrava as tres espécias que haviam por la... Lembro do Gentoo e do Imperador, não lembro a outra, mas todos muuuuuuito mal cheirosos.

    JOPZ

    ResponderExcluir